SOBRE A ANPOCS

ANPOCS - LOGO

    Fundada em 1977, a Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (Anpocs), entidade de direito privado sem fins lucrativos, reúne mais de uma centena de centros de pós-graduação e de pesquisa em antropologia, ciência política, relações internacionais, sociologia, de todo o Brasil. Diferentemente de outras associações científicas, a Anpocs é composta por sócios institucionais e não por pesquisadores individuais. Nossos afiliados contam com mais de 1200 professores universitários e pesquisadores, profissionais de alto nível, além de milhares de estudantes de mestrado e doutorado em centros localizados de norte a sul do país.
    A Anpocs representa uma expressiva parcela da inteligência e da intelectualidade brasileiras. Tem a capacidade de lançar mão de um amplo conhecimento acumulado sobre as mais variadas questões locais, regionais, nacionais e internacionais a partir de pesquisas e reflexões baseadas em diferentes pontos de vista disciplinares.
    A interdisciplinaridade é uma marca dos seus encontros profissionais, realizados anualmente desde 1977. Hoje, reúnem cerca de 2000 participantes. A associação mantém o mais importante periódico de sua área no Brasil – Revista Brasileira de Ciências Sociais (RBCS) –, contando também com números especiais em inglês. Ao longo de mais de três décadas, também vem publicando livros que se tornaram referências no âmbito das ciências sociais. Entre suas iniciativas de grande alcance, estão os tradicionais prêmios anuais de melhores teses de doutorado, dissertações de mestrado e obras científicas. O prestígio e a importância da Anpocs são reconhecidos nacional e internacionalmente.

MISSÃO
    Desempenhando um papel de representação, liderança e apoio à consolidação institucional, a Anpocs tem por missão promover o ensino, a pesquisa e a divulgação de conhecimento científico nacional na área das ciências sociais, articulando a produção da comunidade acadêmica com a agenda de questões em debate no Brasil e fora dele.

OBJETIVOS
1.    Incentivar o estudo, o ensino e a pesquisa no âmbito das ciências sociais.
2.    Incentivar os cientistas sociais a contribuírem para a análise dos problemas do desenvolvimento.
3.    Promover reuniões científicas, objetivando o intercâmbio de informações entre seus associados e os associados de instituições similares tanto brasileiras como estrangeiras.
4.    Desenvolver a divulgação de estudos em ciências sociais.
5.    Agir no interesse dos órgãos associados e representá-los junto a órgãos públicos e privados.

As atividades da Associação incluem:

•    Encontros anuais: espaço para atuação de Grupos de Trabalho e atividades diversas que possuem temáticas diferenciadas e de indiscutível relevância científica.
•    Concursos de teses, obras científicas e projetos de pesquisa.
•    Portal: a despeito de seu alto grau de articulação interna, as ciências sociais careciam de um espaço virtual de comunicação que estivesse à altura de sua comunidade, seus desafios futuros, bem como da sua articulação com a vida brasileira.
•    Redes sociais: Facebook, Twitter, Chat, Fóruns, Debates virtuais, Grupos de Trabalho virtuais.
•    Reuniões periódicas da Diretoria e de Comitês, Comissões e Conselhos Assessores.
•    Publicações: duas revistas (RBCS e BIB), Anpocs On-line (Boletim Informativo quinzenal que circula somente em versão eletrônica) e a publicação em livro de teses e dissertações premiadas em concursos realizados pela instituição, além de outras publicações, frutos de projetos e parcerias específicas.
•    Cursos à distância: atendendo a demandas por qualificação e capacitação à distância de pós-graduados e pós-graduandos em ciências sociais de todo o país, a Anpocs, através de seu Portal, disponibiliza os recursos necessários para tal realização.
•    Consórcio de Informações Sociais – CIS: mantido pela associação e pelo Departamento de Sociologia da Universidade de São Paulo. Trata-se de um sistema de intercâmbio de informações científicas sobre a sociedade brasileira. Tem como objetivo oferecer gratuitamente dados qualitativos e quantitativos resultantes de pesquisas sobre vários aspectos da vida social.


REVISTAS

RBCS
    A Revista Brasileira de Ciências Sociais circula desde 1986. Em todos esses anos, a revista publicou o que há de mais importante na área, entre trabalhos produzidos por pesquisadores do país e estrangeiros.
    Em outubro de 2000, foi lançada a Brazilian Review of Social Sciences, publicação bienal em língua inglesa, apresentando uma seleção de artigos publicados no último biênio na versão em português. Atualmente é uma publicação eletrônica e conta com o apoio do Centro Edelstein de Pesquisas Sociais e da ScientificElectronic Library Online – Scielo, onde está hospedada.
    A RBCS segue como periódico classificado no patamar máximo na avaliação da Capes.

BIB
    A Revista Brasileira de Informação Bibliográfica em Ciências Sociais é uma publicação semestral da Anpocsdesde sua fundação, em 1977. Ao longo desses anos consolidou-se como fonte indispensável de referência na área de ciências sociais. Atualmente, a revista tornou-se eletrônica e está disponível no portal da Anpocs (www.anpocs.org.br).


COLETÂNEAS

    No intuito de promover a interlocução das diversas áreas das ciências sociais e a abertura de canais de comunicação com outros campos de conhecimento da comunidade científica brasileira, a Anpocs procura manter iniciativas voltadas para intensificar o diálogo interno às ciências sociais em vista da crescente tendência à especialização e à profissionalização das disciplinas que as compõem. Daí a publicação, a partir de 1998, de coleções que avaliam o percurso da produção brasileira em diversos campos temáticos das ciências sociais. Também foram produzidascoletâneas sobre assuntos relevantes para a vida social e política brasileira. Tais empreendimentos certamente estimulamoutras iniciativas, de acordo com a expansão e a diversificação do conhecimento.


LIVROS

    A cada ano, uma dissertação de mestrado e uma tese de doutorado são selecionadas no Concurso Brasileiro Anpocs de Obras Científicas e Teses Universitárias em Ciências Sociais, e posteriormente publicadas no mercado editorial em coedição. O processo seletivo conta com a colaboração de pesquisadores da comunidade acadêmica que compõem um júri representativo das áreas das ciências sociais. Assim, a Anpocs formou um catálogo com mais de cinquenta títulos, dentre os quais vários estão esgotados. Todosserão disponibilizados no Portal das Ciências Sociais Brasileiras, gerado e administrado pela Anpocs, com apoio da Finep – Agência Brasileira da Inovação.


ENCONTROS ANUAIS

    Os Encontros Anuais da Anpocs procuram contribuir para a formação de quadros de alta qualificação nas diferentes regiões brasileiras e para o aprimoramento da discussão sobre os grandes temas que compõem a agenda pública e acadêmica em suas dimensões econômica, política e sociocultural, construindo um painel estratégico para o planejamento de organizações estatais e da sociedade civil. Contando com a apresentação de pesquisas de ponta e com um intenso debate sobre os mais variados temas contemporâneos, o evento abre espaço para que o conhecimento científico possa se articular de modo frutífero aos grandes desafios interpostos à formulação de políticas públicas e ao desenvolvimento sustentável com justiça social, considerando a pluralidade dos diferentes atores e segmentos sociais do país assim como suas inserções em cenários locais, regionais, nacionais e internacionais.

________________________________________________________________________________

     Founded in 1977, the National Association of Graduate Studies and Research in Social Sciences (ANPOCS), a private, non-profit organization, represents over a hundred postgraduate study and research centers in anthropology, international relations, political science, and sociology throughout Brazil. Unlike other scientific associations, ANPOCS is made up of institutional partners and not individual researchers. Our affiliated members have more than 1,200 university professors and researchers, senior professionals, and thousands of Master’s and Doctoral students in centers stretching the length and breadth of the country.
     ANPOCS represents a significant portion of Brazilian intelligence and intellectuality. It has the ability to draw on extensive knowledge accumulated on the most varied local, regional, national and international issues, stemming from research and reflection based on different disciplinary viewpoints.
     Interdisciplinarity is the hallmark of our professional meetings, held annually since 1977. Today they are attended by about 2,000 participants. The association publishes the leading journal in its field in Brazil - Revista Brasileira de Ciências Sociais (RBCS) - with special editions published in English. Over more than three decades, it has also published books that have become references in the social sciences. Among its far-reaching initiatives are the long-standing annual awards for best Doctoral dissertations, Master's theses and books. ANPOCS's prestige and importance are recognized nationally and internationally.
 
MISSION
     ANPOCS's mission is to promote education, research and the dissemination of Brazilian knowledge in the social sciences, bringing together the academic community and issues that are debated in Brazil and abroad.
 
JOURNALS

RBCS
     The Revista Brasileira de Ciências Sociais (RBCS) has been published since 1986.Throughout this period it has published articles by Brazilians and colleagues from other countries on the most important matters in the field.
     In October 2000 the Brazilian Review of Social Sciences was launched, a twice-yearly publication in English of articles published in the last two years in the journal’s Portuguese version. It is now an electronic publication, and is supported by the Edelstein Center for Social Research and the Scientific Electronic Library Online (SciELO), where it is hosted.
     The RBCS is rated at the highest level by the Brazilian Federal Agency for Support and Evaluation of Graduate Education (CAPES).
 
BIB
     The Revista Brasileira de Informação Bibliográfica em Ciências Sociais (Brazilian Journal of Bibliographic Information on Social Sciences) has been published twice-yearly by ANPOCS since its founding, in 1977. Over these years it has established itself as an indispensable reference in the field of social sciences. It is now published in digital form and available on the ANPOCS website (www.anpocs.org.br).
 
COLLECTIONS
     In order to promote communication between the various areas of social sciences and to open up channels with other fields of knowledge in Brazil's scientific community, ANPOCS runs initiatives to step up dialogues in view of the increasing trend towards disciplinary specialization and professionalization. Hence the publication, as of 1998, of collections that assess the progress made in various fields of the Brazilian social sciences. Books have also been produced on matters relevant to Brazilian social and political life. These collections will certainly stimulate other initiatives, as knowledge expands and diversifies.
 
BOOKS
     Each year, one Master's thesis and one Doctoral dissertation are selected in the ANPOCS Brazilian Scientific Works and University Thesis Competition in Social Sciences, and are later published. The selection process involves researchers from the academic community that make up a committee representative of the social sciences as a whole. ANPOCS has built up a catalog of over fifty titles, many of which are sold out. They will all be available on the Brazilian Social Science portal (www.anpocs.org.br), created and managed by ANPOCS, with support from the Brazilian Innovation Agency (FINEP).
 
ANNUAL MEETINGS
     ANPOCS Annual Meetings help to improve highly qualified cadres and to boost the discussion of major subjects of the public and academic agenda from economic, political and socio-cultural standpoints, creating a strategic panel useful for state and civil society organizations. Our meetings include the presentation of cutting-edge research and intense debate of a great variety of contemporary issues. They provide a platform on which scientific knowledge can productively engage with the major challenges facing the formulation of socially sound public policy and sustainable development, considering the range of different agents and social segments and their positioning in local, regional, national and international scenarios.