37º Encontro Anual - 2013

Programação Geral


Atualizações no Programa}


agenda geral1


Quadro Geral de atividades


Mapa das Salas no Hotel Monte Real}
 


 

Principais Prazos para Composição da Programação Científica

Período Descrição Destinado a

22/02 a 20/03/2013

Período para inscrição de propostas temáticas para Seminário Temático (ST).

Coordenadores-Proponentes Titulação mínima: Doutor(a).
22/02 a 20/03/2013

Período para inscrição de propostas temáticas para Simpósio de Pesquisa Pós-Graduada (SPG)

Coordenadores-Proponentes Titulação mínima: Doutor(a).
09/04/2013

Divulgação das propostas de STs e SPG aprovados.

Pesquisadores em geral.
10/04 a 25/04/2013

Período para submissão de resumos nos STs aprovados.

Pesquisadores em geral. Titulação mínima: Mestrando(a)
10/04 a 25/04/201

Período para submissão de resumos nos SPGs aprovados.

Pesquisadores em geral. Titulação mínima: Mestrando(a)
25/03 a 25/04/2013

Prazo para o envio de propostas de Mesas Redondas.

Coordenadores-proponentes.Titulação mínima: Doutor(a)
26/04 a 15/05/2013

Período de seleção e composição, pelas respectivas coordenações dos STs e SPGs da programação final de cada ST e SPG.

Coordenadores-proponentes de ST e SPG
22/05/2013

Divulgação da programação dos STs, SPGs e MRs.

Pesquisadores em geral.

18/06/2013

Prazo limite para efetivação da inscrição dos aprovados e pagamento da taxa de inscrição.

Pesquisadores que submeteram resumos nos STs e SPGs que foram aprovados.

10/08/2013

Prazo máximo para envio dos trabalhos na íntegra dos participantes dos STs e SPGs.

Expositores de trabalho em Seminário Temático (ST) e nos Simpósios de Pesquisa Pós-Graduada (SPG).

 

 
 

A diretoria da ANPOCS instituiu em seu 37º Encontro Anual uma nova premiação destinada a reconhecer colegas por suas contribuições acadêmicas, pelo impacto de sua destacada produção intelectual, e por seu trabalho institucional em prol das ciências sociais.

Foram criados três prêmios, considerando-se as diferentes áreas de atuação das Ciências Sociais. Os nomes dos prêmios levam em consideração dois aspectos: a notável produção intelectual e sua contribuição ao desenvolvimento institucional da ANPOCS.

Dessa forma, a ANPOCS tem o prazer e a honra de anunciar os premiados deste ano:
 

Antropologia
Prêmio Anpocs de Excelência Acadêmica
Gilberto Velho
Premiado: Otávio Guilherme Velho
Premiado: Roque de Barros Laraia
 

Ciência Política
Prêmio Anpocs de Excelência Acadêmica
Gildo Marçal Brandão
Premiada: Maria Hermínia Tavares de Almeida
Premiado: Wanderley Guilherme dos Santos
 

Sociologia
Prêmio Anpocs de Excelência Acadêmica

Antônio Flávio Pierucci
Premiada: Alice Rangel de Paiva Abreu
Premiado: Sérgio Miceli Pessôa de Barros
 

A cerimônia de entrega dos prêmios ocorrerá durante a abertura do 37º Encontro Anual da ANPOCS, na noite de 23 de setembro.


Simpósio Internacional (SI)



Obs. Todas as conferências serão realizadas com tradução simultânea.

CF01 – Jean Comaroff (Harvard University). Saiba Mais.
24/09, terça-feira,, Salão Imperial - Hotel Monte Real

CF02 – Andrew Hurrell(University of Oxford). Saiba Mais.
25/09, quarta-feira, Salão Imperial - Hotel Monte Real

 


SE01 - Os índios, entre etnologia e história. Homenagem a John Manuel Monteiro.
Dia 25/09, quarta-feira,  11h30  – Salão Imperial
Coordenação: Cristina Pompa (UNIFESP)
Expositores: Maria Regina Celestino de Almeida (UFF), José Maurício Arruti (UNICAMP), João Pacheco de Oliveira (UFRJ)


CA01 – Sérgio Adorno (USP)
Dia 24/09, terça-feira,  20h00  – sala 16 - Safira

CA02 - José Murilo de Carvalho (UFRJ)
Dia 24/09, terça-feira, 14h00  – sala 16

CA03 – Ruben George Oliven (UFRGS)
Dia 26/09, quinta-feira,  18h00  – sala 16 - Safira


Nova numeração de STs

Programação dos Seminários Temático (STs)

Ementas dos STs

Regras para envio do paper (trabalho na íntegra)

Regras de financiamento


 

Nova numeração de SPGs

Programação dos Simposios Pós-Graduados (SPGs)

Ementas dos SPGs

Regras para envio do paper (trabalho na íntegra)

Regras de financiamento


Mesas-Redondas (MR)


CS01 - Reinventando os Clássicos (Valor do curso: R$ 40,00, pago através de sua área reservada ou no local do evento). Confira o roteiro e a bibliografia

Aula 1. Título: Alexis de Tocqueville – sociedade e política.
Dia 24/09, terça-feira, das 20h00 às 21h30, sala 13 – Monte Real
Ministrante: Maria Alice Rezende de Carvalho (PUC-Rio)

Aula 2. Título: A teoria Crítica e os Estudos Pós-Coloniais na Política Internacional.
Dia 25/09, quarta-feira, das 19h30 às 21h00, sala 13 – Monte Real
Ministrante: Marcos Costa Lima (UFPE)

Aula 3. Título: Clássicos: a trajetória da  Antropologia
Dia 26/09, quinta-feira, das 19h30 às 21h00, sala 13 – Monte Real
Ministrante: Roque de Barros Laraia (UnB)

 

CS02 – CIS - Introdução ao uso de Bancos de Dados (aberto a todos os participnates do Encontro. Não é necessário fazer reserva). Confira o programa
Dia 24/09, terça-feira e dia 25/09 quarta-feira, das 20h00 às 21h30, sala 20

 

CS03  Conhecendo os Programas e as Pesquisas de Avaliação das Políticas de Desenvolvimento Social e Combate à Fome" (aberto a todos os participnates do Encontro. Não é necessário fazer reserva)
Dia 25/09,  quarta-feira, das 19h30 às 21h00, sala 21


Fóruns (FR)


Colóquios (CQ)

 


  1. Exposição Emancipações - inclusão e exclusão, desafios do passado e do presente - acervo Instituto Moreira Salles.
    Curadoria de Lilia Schwarcz, Maria Helena Machado e Sergio Burgi - coordenador de Fotografia IMS

     

    exp_moreira_sallesColaborando para um balanço dos 150 anos da proclamação da emancipação norte-americana e dos 125 anos da Lei Áurea no Brasil, essa mostra -- que faz parte de uma exposição maior e de um simpósio internacional, ambos a ser realizados em outubro de 2013 na  Universidade de São Paulo --,  objetiva colocar em pauta o problema das emancipações da escravidão nas Américas e suas consequências. Tão estratégica quanto a montagem do sistema escravista, os processos de emancipação nas Américas refletiram conjuntos de processos históricos de larga amplitude, os quais recolocaram a questão do trabalho, do lugar social dos africanos e afrodescendentes nas sociedades sem escravidão e o problema da raça e da mestiçagem nos quadros dos emergentes estados nacionais e de uma ciência comprometida com a construção de sistemas de classificação e exclusão. Sublinha-se igualmente o papel das relações de gênero como condicionantes das experiências históricas de homens e mulheres nos limiares da emancipação. Tais processos conectaram de maneira inesperada não apenas as diferentes sociedades americanas entre si, mas também reconfiguraram as relações destas com diferentes países europeus e regiões africanas, justificando a circulação de um amplo leque de projetos políticos, empreendimentos econômicos, narrativas científicas, formas de representação visual, entre outros registros. Tais questões chegaram à atualidade na forma de grandes debates que entrelaçam as questões da inclusão nas sociedades contemporâneas, à formação e desenvolvimento dos estados nacionais africanos e aos grandes desafios da superação do racismo e implementação dos direitos humanos em termos de saúde, educação e cidadania.

    Junto à exposição acima, ocorrerá a seguinte atividade:
    MR27 – Emancipações - inclusão e exclusão, desafios do passado e do presente
    Dia 24/09, terça-feira, das 14h00 às 15h30, sala 13
    Participantes:  Lilia Schwarcz (USP) e Maria Helena Machado (USP).

  2. Festa da pega do boi na mata: a devoção entre dois Santos e a apanha do boi na Caatinga.
    Isis Maria Lustosa e Eduardo Soares Queiroz

  3. O espectral no Morro do Vidigal
    Flora Ardenghi Dutra

  4. Salamandra – onde ciganos se encontram
    Cleiton Machado Maia

  5. 3x4 (três por quatro)
    Camila de Sousa


 

Sessões de Vídeo (VD)

Dia 24/09, terça-feira 09h00, sala 22 ônix

Festival Internacional Jean Rouch – Filmes premiados 2012 (1ª sessão):
Coordenação: Claudia Turra Magni (LEPPAIS/UFPel)
Debatedores: Marc-Piault (CNRS/EHESS) e Paula Morgado (LISA/USP)

Yaodong, petit Traité de Construction – Chine, 2012, 89 min (Prêmio do Patrimônio Cultural Imaterial)
Direção: Élodie Brosseau
SINOPSE: É na região de Shaanbei, dentro da curva do Rio Amarelo, que são construídas as Yaodong. Estas habitações de origem troglodita edificadas nas grutas são, atualmente, apoiadas nas montanhas e construídas sem projeto, de acordo com um conhecimento transmitido oralmente. As etapas da construção seguem o trabalho preciso dos mestres pedreiros, carpinteiros, mestres de Fengshui e operários, todos vivendo em Yaodongs com suas famílias. Um encontro com esses habitantes, seus rituais, suas histórias... que fazem, pouco a pouco, emergir um retrato da "cultura Yaodong” de hoje.

Dia 24/09, terça-feira 20h00, sala 22 ônix
Festival Internacional Jean Rouch / 2012 - Filmes premiados em 2012 (2ª sessão):
Coordenação: Claudia Turra Magni (LEPPAIS/UFPel)
Debatedores: Marc-Piault (CNRS) e Paula Morgado (LISA/USP)

Adak, Offering - Turquia, 2011, 23 min. (Menção Honrosa)
Direção: Amandine Fayot
SINOPSE: Em Istambul, o sacrifício de ovelhas, ritual até recentemente orquestrado pelo pai de família, agora acontece em um recinto público municipal. Uma lei recém aprovada proíbe os indivíduos de realizarem esse sacrifício em espaços públicos ou privados. Naquele cenário, os profissionais vão executar um sacrifício em série, codificado e realizado com perfeição. A mutação dos códigos que regem estes ritos coloca questões. A catarse provocada pelo sacrifício ainda existe quando a violência está institucionalizada?
 
Nzoku ya pembe (White Elephant) - República Democrática do Congo, 2011, 34 min. (Grande Prêmio Nanook - Jean Rouch – CNRS Images)
Direção: Kristof Bilsen
SINOPSE: O Correio Central de Kinshasa, grandiosa relíquia colonial, prendeu seus funcionários em um passado congelado, do qual eles sonham em fugir. Do passado ao presente, através das rachaduras nas paredes e dos vazamentos nos tetos, vislumbramos o Congo de hoje.


Dia 25/09, quarta-feira, 09h00, sala 22 ônix
. Sessão Especial de cinema

Grierson e o nascimento do documentário social
Drifters (49’), 1929, de John Grierson
Coordenação :  Paulo Menezes (-USP)
Debatedores: Ricardo Antunes (UNICAMP), Esther Hamburger (ECA-USP) e Paulo Menezes (USP)

 

Dia25/09, quarta-feira, 14h00, sala 22 ônix
. Sessão de Vídeos (1ª sessão)

- As maiores venturas. Jornada de Roque Laraia. Direção: Daniel Simeão (UnB) e Carlos Sautchuk (UnB). 54 min. Brasília, 2013.

- Egon, meu irmão. Direção: Carmen Rial (UFSC) e Matias Godio (UTREFF). 24 min. Florianópolis, 2010.

 

Dia 25/09, quarta-feira, 20h00, sala 22 ônix
. Sessão de vídeos (2ª sessão)

- O Exu no Reino de Ogum (30'), de Carlos Reyna (UFJF), 2012, Juiz de Fora/MG
Sinopse: O vídeo é o resultado da primeira pesquisa do Laboratório de Antropologia Visual e Documentário (LAVIDOC/UFJF). Laboratório que está inserido como Grupo de Pesquisa no Lattes e faz parte do Grupo de Trabalho de Antropologia Visual da Associação Brasileira de Antropologia (ABA) e da Sociedade Brasileira de Cinema (SOCINE). O Exú no Reino de Ogum é uma etnografia visual de um Omolokô, espaço ritualístico ou templo, no Bairro Progresso em Juiz de Fora, onde se tem o encontro entre a Umbanda como o Candomblé. O vídeo nos revela singulares reinterpretações e coexistências contemporâneas entre estas duas religiões. Além de ser resultado de uma produção situada em contexto de pesquisa etnográfica permite ao recém-criado Laboratório de Antropologia Visual e Documentário estabelecer um pólo pesquisa na Mesorregião da Zona da Mata Mineira e, integrar um banco de dados em filmes etnográficos e documentários a serem utilizados em ensino e extensão.


- A Copa de 70 (50'), de Bernardo Buarque – (Escola de Ciências Sociais/ CPDOC/FGV-RJ e Museu do Futebol da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo) , 2012, São Paulo e Rio de Janeiro.
Sinopse - O documentário é resultado do projeto de pesquisa acadêmico intitulado “Futebol, memória e patrimônio: projeto de constituição do acervo audiovisual do Museu do Futebol/Pacaembu”. Com apoio da Fapesp, a pesquisa contemplou 120 horas de entrevistas filmadas com ex-jogadores da seleção brasileira, que atuaram em copas do mundo, entre 1954 e 1982. Baseia-se na edição dos depoimentos concedidos por 14 ex-atletas que participaram da copa de 1970, no México.  Com imagens autorizadas pela FIFA, o filme narra a versão dos jogadores acerca dos preparativos, dos jogos e do retorno ao Brasil.

- Favela Fabril (50'), de Mariana Cavalcanti (FGV-RJ) Thais Blank  e Paulo Fontes , 2012, Rio de Janeiro.
Sinopse: O documentário Favela Fabril constrói a trajetória do espaço da antiga fábrica de laticínios da CCPL, na zona norte do Rio de Janeiro. A fábrica foi construída nos anos 1940, desativada no final da década de 1990 e ocupada por centenas de famílias nos anos 2000. Em 2009, a comunidade CCPL foi contemplada com um projeto de construção de um condomínio popular que previa a demolição da antiga fábrica. A equipe acompanhou os últimos meses da ocupação e conta a história daquele espaço por meio das memórias de seus antigos moradores e trabalhadores.

Dia 26/09, quinta-feira, 09h00, sala 22 ônix
MR28: Ciborgues, Humanos e Híbridos: imaginário e bioética acerca da pós-humanidade
Coordenação: Claudia Turra Magni (LEPPAIS/UFPel)
Palestrantes: Pedro Paulo Gomes Pereira (UNIFESP), Sérgio Bairon (ECA/USP) e Joon Ho Kim (LISA/USP)
 

Dia 26/09, quinta-feira, 20h00, sala 22 ônix
. Sessão de vídeos (2ª sessão)

- Assassinato de Zequinha e Lamarca, (19'), de Alexandre Souza ( IEE/USP ) e Thiago Mendes (IEB/USP), 2013, São Paulo e Bahia.
Sinopse: O documentário traz relatos sobre as mortes de Zequinha Barreto e Carlos Lamarca em 1971, no sertão baiano, e abusos sofridos pela população local durante a Operação Pajussara, liderada pelo exército brasileiro durante a ditadura militar (1964-1985). Carlos Lamarca foi capitão do exército brasileiro e desertou em 1969 para comandar a Vanguarda Popular Revolucionária (VPR). Zequinha integrou o Movimento Revolucionário 8 de outubro (MR-8). Entre os depoentes estão Olderico Barreto (sobrevivente e irmão de Zequinha), Dom Luís Cápio e moradores das comunidades do Buriti Cristalino, Lagoa do Maciel, São Francisco, Pintada e da cidade de Brotas de Macaúbas. O documentário, certificado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), integra a série audiovisual sobre o patrimônio material e imaterial do município de Brotas de Macaúbas.

- Sob a Estrela de Salomão,  (83'). A Sociedade 13 de Maio como lugar de construção da Memória e Identidade negras em Curitiba de Geslline Giovana Braga (USP), Otavio Zucon (UFSC),  2012, Curitiba.
Sinopse - A Sociedade Operária Treze de Maio, foi fundada em 06 de junho de 1888, é o segundo Clube Social Negro mais antigo do Brasil. Localizada no centro de Curitiba, antigos sócios e novos frequentadores do Treze acionam memórias e identidades a partir de suas relações com o a ancestralidade negra do espaço, com a cultura popular, as esquerdas, o samba e o Maracatu. O filme inicia-se fora da sociedade, focando a identidade negra em Curitiba, enquanto as pessoas traçam suas trajetórias relacionadas a Treze, ela evidencia-se como Patrimônio Imaterial da cidade e a história é relatada na fluidez das memórias. A Festa do Treze de Maio, realizada há 124 anos, demonstra tradição e o conflito. Ao final revelam-se os significados da Estrela de Salomão, presente no salão e no nome do filme.


 

RE01 37ª Assembleia Geral Ordinária da ANPOCS
Dia 26/09, quinta-feira, às 19h30, sala 3 – marquês

RE02 Reunião da Diretoria e Conselho Fiscal da ANPOCS
Interno, sala E

RE03 Reunião do Comitê Acadêmico
Interno, sala E

RE04 Reunião da Comissão Julgadora do Concurso de Teses
Interno, sala F

RE05 Reunião da Comissão de Pós-Graduação da ANPOCS
Interno, dia 25, sala 1

RE06 Reunião dos Coordenadores de STs
Dia 23/09, segunda-feira, às 19h00, sala 6

RE07 Reunião dos Coordenadores de SPGs
Dia 23/09,segunda-feira, às 19h00, sala 7

RE08 Reunião do Conselho Diretor da ABA, Associação Brasileira de Antropologia
Dia 25/09, quarta-feira, das 16h00 às 18h00, sala 17 - Rubi

RE09 Reunião dos coordenadores de programas de pós-graduação em Ciência Política e Relações Internacionais
Dia 24/09, terça-feira, às 12h00, sala 9

RE10 Reunião da Diretoria da SBS, Sociedade Brasileira de Sociologia
Dia 24/09, terça-feira, às 12h00, sala 10

RE11 Encontro com os representantes de área na CAPES – Antropologia
Dia 25/09, quarta-feira, às 12h00, sala 5

RE12 Reunião da Diretoria da ABCP, Associação Brasileira de Ciência Política
Dia 25, quarta-feira,  às 12h00, sala 6

RE13 Encontro com os representantes de área na CAPES – Ciência Política
Dia 25/09, quarta-feira,  às 12h00, sala 7

RE14 Encontro com os representantes de área na CAPES – Sociologia
Dia 25/09, quarta-feira, às 12h00, sala 8

RE15 Encontro com representantes no CNPq (Antropologia, Ciência  Política  e Sociologia)
Dia 25/09, quarta-feira, às 12h00, sala 9

RE16 Reunião dos coordenadores de programas de pós-graduação em Antropologia e Arqueologia
Dia 26/09, quinta-feira,  às 12h00, sala 5

RE17 Assembleia da ABCP, Associação Brasileira de Ciência Política
Dia 26/09, quinta-feira,  às 12h00, sala 6

RE18 Reunião dos coordenadores de programas de pós-graduação em Sociologia
Dia 26/09, quinta-feira, às 12h00, sala 7

RE19 Reunião da Comissão de Assessoramento Institucional da ANPOCS
Dia 24/09, terça-feira, às 09h00, sala E

RE20 Assembleia da SBS - Socieddade Brasileira de Sociologia
Dia 26/09, quinta-feira, às 18h00, sala 10